Cultura e Desenvolvimento

Este é um documento que elaborei há alguns anos, e que ainda é válido como fundamentação programática para o Gerenciamento da Cultura em Búzios. Toda a sua estruturação baseia-se na idéia de que Cultura e Desenvolvimento são conceitos inseparáveis em uma administração moderna. Então, um pequeno trecho, seguido pelo link para baixar todo o Documento.

CULTURA E DESENVOLVIMENTO

As diferenças entre regiões, localidades, aldeias,
entre gerações e entre grupos sociais são sobretudo
diferenças culturais. Em vez de procurar esquecê-las,
ou deixá-las esquecer, não será melhor procurar afirmá-las
e promovê-las? É preciso deixar de considerar o desenvolvimento
cultural como um luxo supérfluo e reconhecê-lo como um motor do
desenvolvimento econômico e social.

CULTURA E PRESERVAÇÃO SUSTENTADA

Modernamente, não se pode pensar em CULTURA sem se pensar na
preservação sustentada como princípio norteador. Dentro da diversidade
cultural, cada comunidade – e no nosso caso, a população buziana – espera
que sejam perseguidos objetivos como a adoção da política cultural como
chave da estratégia de desenvolvimento, a promoção da criatividade,
participação na vida cultural e da diversidade cultural, intelectual e
lingüística, sem deixar de lado a língua, a literatura, a música, a dança, os
jogos, a mitologia, os ritos, os costumes, o artesanato, a arquitetura e outras
artes locais.

1. Atualmente, torna-se cada vez mais indissociável o significado da cultura
no processo de desenvolvimento. Assim, cultura deve mesmo ser postulada
como determinante para o desenvolvimento positivo e sustentado de qualquer
comunidade. Coloca-se então o problema do CAMPO DE TRABALHO. Essa é
sabidamente uma inquietação sempre presente do poder executivo, e um
primeiro caminho pode ser a CRIAÇÃO DE UM BANCO DE DADOS
CULTURAIS: a formatação/informatização das informações da comunidade e
o estabelecimento de critérios que sejam compreendidos como referências,
para que não se perca tempo em polemizar sobre resultados, antes do
estabelecimento de metas coerentes com a comunidade buziana. Portanto, é
preciso CONHECER O QUE TEMOS AQUI EM BÚZIOS, NA ÁREA DA
CULTURA
. Por isso, devemos começar pela captação de dados das/pelas
estruturas existentes em Búzios. Não conhecemos, e por isso não
aproveitamos, os resultados que podem vir de tudo que já está disponível em
matéria de informação bruta, não sistematizada. Esses dados não têm sido
trabalhados de modo anos oferecer instrumentos para defender, de forma
mais convincente, uma melhor participação da cultura no orçamento público.
Hoje em dia, a cultura é um dos setores que mais rapidamente crescem nas
economias organizadas. Conhecer seu funcionamento, além de ampliar seu
desempenho como fator de ingresso para a economia, nos permitirá associar
a melhoria de condições de vida como parte da mesma estratégia, favorecendo
a criação local, melhor organização do processo de produção, e acesso aos
bens culturais de nossa cidade.

Cultura das pessoas, cultura para as pessoas. A questão da cultura das
pessoas, da cultura local, deve colocar-se no contexto da mundialização:
hoje, qualquer que seja a sua originalidade, uma cultura está sujeita a
mensagens de uma informação simultaneamente imediata e mediata, …

Quer ter o resto do documento? Clique aqui:

para ler o arquivo no seu computador, você precisa ter o software  … Não tem? Clique na imagem!

(espero seu fidibéqui. 🙂

Anúncios

Sobre fnaxbuzios

Na Arte, faço de tudo um pouco: desenho, pinto, faço cerâmica. Cometo minhas poesias e contos. Sou tradutor de artigos científicos e livros da área médica. Fiz algumas exposições de cerâmica e desenhos no Rio de Janeiro, Niterói, Búzios, Rio das Ostras e São Paulo. Um livro publicado (em co-autoria): "O Ensino de Primeiro Grau". Artigos em jornais daqui de Búzios. Formado em Pedagogia da Arte e em Medicina Veterinária (por isso, dei muita aula de Educação Artística, sobretudo Cerâmica, e trabalhei bastante como veterinário de campo). Ex-professor universitário - na cadeira de Composição II de Arte na Faculdade de Arte do Centro Educacional de Niterói, e de Bioquímica e Fisiologia em algumas Faculdades do Rio de Janeiro. Mestrado (ainda não defendido) de Patologia Experimental pelo Departamento de Patologia Clínica do Hospital Universitário Antônio Pedro - Niterói / Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Universidade de São Paulo. Vivo aqui no paraíso de Búzios há 12 anos... na Marina da Praia Rasa. Rubronegro doente. Amo o Rock Clássico. E o Carnaval. Um enorme orgulho profissional: ter sido Diretor Carnavalesco da Escola de Samba Combinados do Amor, a gloriosa agremiação do bairro do Caramujo, em Niterói... Meu bloco carnavalesco para sempre: "Filhos da Pauta", também de Niterói. Sou Cidadão Buziano diplomado. Sou membro da Academia de Letras e Artes Buziana. Meu projeto atual: estou envolvido na edição de meus contos e poesias em forma de e-book (antes da edição em papel...) e numa exposição de desenhos e guaches a ser realizada em breve no Rio de Janeiro e, aproveitando o embalo, em outra, cá em Búzios e em Cabo Frio (simultâneas), só de esculturas de barro. Hoje em dia, pertenço ao Conselho Editorial e escrevo de vez em quando no Jornal Primeira Hora, único diário de Búzios. E, vez por outra, vou conversar um pouco sobre cultura e otras cositas más no programa Bom Dia Búzios, na rádio Búzios-Cabo Frio AM1530, de 10 ao meio-dia, quartas e quintas. Frase para me definir: odeio incondicionalmente qualquer tipo de preconceito. Adoro minha praia Rasa, onde vivo, sou da noite, sou festeiro, e meu Triângulo das Bermudas é o eixo Rio - Niterói - Búzios. Meu maior vício é conversar (sempre! muito!...) com as pessoas - jogar conversa fora, filosofar, falar sobre cultura, rir... Objetivo maior: viver o momento presente, todos os momentos da minha vida. Profissão de fé: amizade acima de tudo! "Leia poesia... não dói, não engorda, e é de graça. Além disso, faz pensar e exercita os músculos cerebrais."
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s